domingo, 15 de setembro de 2019

minha água meu tesouro antecipado!


ela é sempre linda!
agora de unhas esbeltas e fortes,
me pareço ainda mais com sorte.
seu sorriso e curvas de santos
me fazem recalcular a rota
feito um gps pirado.
pirado e apaixonado
pela dona do meu lar,
mulher na qual eu mando
uma vez que sou o chefe da família.
mas só mando se ela mandar.
agora, para amar não tem tempo
e nem vozes no imperativo:
amo sempre,
amo mais!
minha água meu tesouro antecipado!

a saudade é terrível


minha mãe natureza me visitou mais uma vez.
quanta saudade!
ôoooo palavra esquisita...
saudade.
sempre cantada pelos poetas
como uma ode tristonha:

"Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi e voou
E hoje é já outro dia."
Fernando Pessoa

pessoa nos trás a possibilidade de um novo dia
para seguirmos com saudade ou mudar
o nosso estado lírico.

"Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim."
Carlos Drummond de Andrade

para drummond, a ausência, na verdade,
é uma presença escondida.
coisa de mineiridades.

"Saudades!
Sim... Talvez...
E porque não?
Se o nosso sonho foi tão alto e forte.
Que bem pensara vê-lo até à morte.
Deslumbrar-me de luz o coração!
Esquecer! Para quê?(...)"
Florbela Espanca

florbela prefere sofrer de saudades a esquecer de vez
o gozo de outrora.
esquecer pra quê né?

"Saudade é não saber
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche".
Martha Medeiros

poxa martha...expressa tão significativamente a sensação térmica
da palavra saudade que a gente fica sem saber o que fazer.
fato.

"Oh, pedaço de mim
Oh, metade afastada de mim
Leva o teu olhar
Que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento
É pior do que se entrevar

Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais

Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
No membro que já perdi

Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Lava os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus."
Chico Buarque de Holanda

o chico quebra a gente no meio com essa poesia.
a gente é metade de algo que se foi.
passaremos a vida toda sentindo falta.
isso é saudade das mais bem colocadas no papel
que eu já vi, ouvi e cantei.
chorei também.

ainda bem que temos a poesia.

minha mãe natureza veio me visitar.
estava na cozinha preparando algo
para comermos.

levava no colo uma criança de quase dois anos
e na cabeça, numa espécie de chapéu com
um chiqueirinho em cima, havia um bebê de,
no máximo, três meses.

ela fazia tudo com muita agilidade
e transparecendo uma felicidade irradiante.
dessa vez não me pareceu cansada.
os bebês não eram meus irmãos.
ainda não tenho certeza de quem eram.

de qualquer maneira, me fez recordar os tempos
de tremenda alegria ao lado dela,
sempre pronta para cuidar de cada um dos seus oito filhos.
ela improvisava qualquer coisa para nos alimentar
quando faltavam arroz e feijão.
minha mãe, minha inspiração.
obrigado pela sua visita.
a saudade é terrível
mas a gente segue em frente.
de vez em quando me pego tentando entender
o que significa essa saudade.
do nada sou confortado pela senhora,
minha senhora do céu.


comprei um landau preto por três mil reais.


photo by Guilherme Waltenberg
comprei um landau preto por três mil reais.
super em conta!
já entrei acelerando mas o carro não tinha freio.
segui por uma reta com o vendedor do lado,
rachando o bico de tanto rir.
sem nada de freio,
outro landau vem na contramão:

__vai bater!!

o outro carro consegue desviar.
foi por pouco.
certamente seria algo engraçado
e raro.
dizem que o barato sai caro.
o freio voltou e finalmente pude respirar tranquilo mas...
ao fazer um retorno o carro ficou preso num desnível da pista.
acelerava feito um louco mas o carro não saía do lugar.
isso acontece com veículos muito longos.
com todos os sofrimentos conseguimos sair e a gasolina
já estava quase no fim.
numa acelerada louca, daquelas de experimentar a pegada do possante,
o carro voou sobre os toldos dos comércios e foi parar no quinto andar
de um prédio residencial, ocupando várias sacadas.
cara...que loucura!
nesse momento eu estava vendo tudo isso de baixo
e o landau se transformou num bitrem vermelho.
caraca muleque!
um amigo meu me olhava de dentro da boleia no caminhão
com cara de "o quê que eu faço?"
de baixo fiquei pensando:

__e agora?

alguém gritou do outro lado da rua:

__caga na mão e joga fora!!

nem acordei mas este momento onírico acabou aí
e ainda não tenho certeza se este é o final.

domingo, 8 de setembro de 2019

ah! e deixe o sofá pra lá!


uma casa vazia
é uma casa sem graça.
não tem pão,
não tem sofá,
não tem baratas.

vazia e triste,
sem vida.
as traças correm de um lado para o outro,
as formigas fazem uma trilha desconhecida.

bastam dois dias para tudo parecer eternidade.
casa triste é essa gente?
casa cuja mãe de família e filho
viajam sem o pai de família.

ahh mas quando voltam...
as formigas desaparecem,
as traças são sequestradas pelas formigas
e as baratas comem pão do lado de fora,
educadamente!
ah! e deixe o sofá pra lá!

não tem desculpa esfarrapada que apague essa maldade de caráter.


meu Deus...quanta vergonha!
quando a gente pensa que a brincadeira sem graça já tinha acabado
vem mais uma autoridade brasileira e continua o fiasco.
a misoginia é explícita e a nossa cara cai no chão
de vergonha dessas figuras catastróficas que temos no comando do país.

primeiro o presidente dá visibilidade a uma postagem
descabida feita por um admirador numa rede social.
por ser o chefe do executivo nacional
a coisa cruza fronteiras e chega aos olhos dos ofendidos
lá na frança.

não tem desculpa esfarrapada que apague essa maldade de caráter.

como se não bastasse, o ministro da economia faz piada com
o assunto e ainda arremata com chave de ouro:
"não existe mulher feia, existe mulher observada do ângulo errado"
ou seja, essa turma se merece!
eles seguem a mesma linha prepotente, arrogante, falastrona e sem pudor
do seu chefe e seguem comprando briga com alemães,
noruegueses, chineses, iranianos, chilenos...

este é o verdadeiro sentido de "alinhamento político" para ratificar nomes no escalão
de frente do governo bolsonaro.

parabéns aos envolvidos.

__NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA!

como são tristes os olhos de quem cultiva o ódio.
a gente não consegue ver humanidade,
não sente paz e seguimos desconfiados
com um passo atrás.

o verde e o amarelo deveriam representar a cor das nossas matas
e a riqueza de nossas terras mas hoje sinalizam apenas guerras.

como se alegrar em um país que esculacha com a educação?
que corta na carne dos mais pobres
para alimentar ainda mais de privilégios um seleto grupo
que vota, justamente, para sangrar os pobrezinhos?


o sete de setembro passou em branco.
ou passou em luto.

um desfile de bizarrices que nada me fez lembrar
da independência, apenas me sentir mais preso.

o jovem que teve suas chuteiras confundidas com arma
e teve sua vida jogada numa cova rasa.

o pai de família cujo martelo se transformou num fuzil
também tomou os tiros em nome da moral e dos bons costumes.

estes dois casos se multiplicam consentidos
e incentivados pelo excelentíssimo
governador do rio de janeiro.
uma cria da onda verde e amarela
levantada pela eleição do novo ícone
da presidência,
cuja campanha ganhou força
via fakenews nas redes sociais.

__NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA!

já é.
sangue inocente encharca o nosso verde e amarelo.
o cenário é pessimista,
tende a piorar.
gente bitolada não muda fácil
e quatro anos são poucos.
que os arrependidos aprendam com seus erros.
não merecemos pagar esse preço.





uma estranha oposição ao papa francisco.


fico perplexo com alguns cristãos católicos.

poderia falar de todo tipo de cristão
mas vou focar no meu nicho
porque sou católico, bicho.

um cristão católico de verdade sabe que a nossa maior
autoridade eclesial na face da terra é o papa.
aliás, muitas igrejas que tentam se organizar sob os cuidados
de um único líder admiram a Igreja Católica Romana
pela capacidade de organização em torno da figura de uma só pessoa.
é comum igrejas se formarem a partir da divisão de uma primeira
devido, sobretudo, ao jogo de egos e interesses escusos.

bom, nesse momento ocorre entre os católicos
que, muito provavelmente, não são praticantes,
de fato, das ações que Jesus ensinou,
uma estranha oposição ao papa francisco.
esse ferrenho grupo de oposição
está ficando louco ao confundir caridade,
amor ao próximo, partilha...essas coisas boas
com comunismo.
e berram aos quatro cantos da terra plana
que essa é a ameaça comunista que vai destruir
a igreja, que o papa deve ser destituído,
que bandido bom é bandido morto etc etc etc.

os católicos apostólicos do trump
fazem o sinal de arminha e partem nessa cruzada
contra a tolerância, contra o amor, contra o Cristo
perdido bem no meio das minorias.

enquanto isso o papa francisco segue fazendo história.
ele chama para o diálogo ao invés de ficar falando asneiras,
ele bota o pobre pra dentro de casa,
ele incentiva o respeito e a tolerância
enquanto os católicos corretíssimos e engomados
quase botam ovos.

não vou dizer que tenho orgulho do papa
porque orgulho é pecado,
mas posso dizer que amo esse argentino
profundamente e que eu quero ser Igreja com ele.
não cremos mais na inspiração do Espírito Santo?
não respeitamos mais a autoridade do nosso papa?
que tipo de católico temos nos tornado?
o católico que vai na missa para assinar a presença de domingo e ponto?
esses católicos que se alvoroçam contra o bem não são confiáveis.
qualquer hora eles te levam para o tribunal da inquisição,
afinal, eles elegeram um defensor da tortura para presidente do brasil né?
isso não é uma dica, é uma certeza.
sigamos com alegria e muita fé
porque é esta a Igreja que o Cristo quer.

terça-feira, 6 de agosto de 2019

não deixe a brocha cair!


o pintor trabalha duro, debaixo do sol
e se respingando todo.
a roupa pintada poderá ser usada no aconchego do seu lar
ou durante o expediente, mas nunca em outras situações.
o recado foi repassado.
não deixe a brocha cair!
pinte só a parede.

foi-se a época que era bonito ver os animais enjaulados

Photo by Gaston Lacombe
em visita a um zoológico aconteceu um fato inusitado.
teve uma rebelião entre os bichos, somaram forças e arrebentaram grades e telas.
os bichos partiram em disparada contra nós,
os seres humanos.
consegui tomar um fôlego maior e garantir uma distância de vantagem,
mas vi muita gente sendo esmagada pelos animais revoltados.
eles estavam fora de si, se é que me entende.
decidi voltar para ajudar alguém
mas quando vi que não tinha mais nada o que fazer voltei acelerado.

foi-se a época que era bonito ver os animais enjaulados,
fora de seu habitat natural.
os tempos são outros.
mas é fato que o desmatamento não garantirá lugar para estes seres,
afinal, uma récua assumiu a governança desse país.
elefante no circo já não tem graça,
orcas e golfinhos acrobatas também já deu né?

de ficção e momento onírico todo mundo tem um pouco.


me encontrei com o presidente bolsonaro.


me encontrei com o presidente bolsonaro.
estávamos numa conversa alegre, onde ele fazia
uma piada qualquer, com algum teor preconceituoso,
mas eu não me incomodava mais.
nos encontramos porque decidi que não ficaria mais
angustiado ou preocupado com os rumos da nação.
cheguei a conclusão que o melhor é deixar as coisas fluírem
e parar de reclamar, parar de ser oposição.

o presidente provou que muitas coisas melhoraram no país,
por isso, eu precisava deixar de ser mesquinho
e começar a aplaudir, quem sabe até a gritar:

__mitoooo!!

então nos abraçamos.
nisso, meu filho pede colo.
ele está numa fase difícil da vida,
tempo de abandonar as fraudas e usar cueca.
quando eu o peguei,
fez xixi e cocô nos meus braços.

acordei assustado com isso tudo talkey?

quem poderá explicar este sonho?
freud? mãe diná? padre quevedo?
alguém, por favor, me ajude!
cadê aquele livrinho de interpretações dos sonhos??

segunda-feira, 3 de junho de 2019

como deixar a pizza queimar?


como deixar a pizza queimar?
segue a receita:
1º tenha fome;
2º pegue uma pizza congelada e leve ao forno;
3º ligue na temperatura máxima pra ficar pronta logo;
4º enquanto espera, faça outra coisa, tipo, corrigir provas dos seus alunos;
5º envolva-se completamente com as notas;
6º não sinta o calor do forno e nem o cheiro de algo se queimando;
7º continue focado na correção das provas;
8º leia uma matéria sobre os prints do neymar com a moça na frança;
9º lembre-se que está com fome;
10º atenda a visita pois o visitante te alertará sobre a catinga de trem queimando no forno.
agora é só servir!!

sábado, 25 de maio de 2019

de repente, uber eats!


carlinhos estava desempregado há dois anos e meio.
vivendo de bicos, o dinheiro mal dava para comprar
a cervejinha do final de semana.
trabalhava de servente, mototáxi e, quando pintava festa,
de garçon ou segurança.
vale lembrar que trabalhar em festa era o que o deixava mais animado,
servia uma pro convidado e tomava outra nos bastidores.

de repente, uber eats!

tentou ser uber mas não tinha habilitação para carros
mas quando pintou a entrega de comida por aplicativo
ele viu que era a hora de sair do aperto.
carlinhos tinha carteira A e uma moto honda 300.
com essa moto ele ganhava o bairro,
agora iria ganhar a vida.

a partir daqui segue aquilo que não é ficção.

estava eu seguindo de moto por uma avenida ampla e reta
quando um motoboy, desses de entrega de comida, passou
voando por mim.
poderia ser o carlinhos?
certamente, queria que a comida chegasse quente.
bem a nossa frente, ainda distante, uma senhora iniciou a travessia da via.
percebi que era idosa e que levava consigo algumas sacolinhas
de supermercado.
o piloto de fuga tinha a mesma visão que eu,
a velhinha não entrou de repente na rua,
não surgiu do nada.
nossa visibilidade era excelente
e tínhamos total controle da situação.
mas o rapaz não reduziu a velocidade e continuou
como se estivesse em interlagos.
eu, que seguia atrás, já estava analisando a situação:
"poxa, o cara tá vendo a velhinha atravessando a rua mas não reduz...
esse cara vai atropelar..."

__pow!!!

a senhora rodou no ar e caiu metade no canteiro central
e metade no asfalto, no meio da avenida muitas maçãs,
fraldas tamanho p, provavelmente pro netinho,
latinhas de cerveja, refrigerantes e uns vegetais que não consegui identificar.

arrastando uns vinte metros seguiu o motoqueiro,
a caixa de comida voou longe mas não chegou a espalhar o pedido.
quando parou, começou a se levantar, mais ralado
que canela de skatista.
encostei minha moto e corri para prestar socorro à idosa.
ela estava em parada cardiorrespiratória.
ajeitei a cabeça dela e pressionei o peito,
momento que ela deu uma esbaforada,
expelindo sangue pela boca.
__ela vai ficar bem! liguem 193 urgente!!
fiquei uns dois minutos ao lado dela quando
apareceu uma médica e deixei aos cuidados.
fui dar um apoio para o motoboy.
já havia escutado ele dizendo que a velhinha
tinha atravessado a rua de repente.
juntei algumas coisas dele que estavam espalhadas na avenida
e, com a ajuda de outra pessoa,
levantamos a motocicleta.
me aproximei do atropelador e disse:

__rapaz, eu estava bem atrás e vi tudo, você estava muito rápido.
__não!! ela entrou de uma vez na rua!
__negativo! nós dois vimos a hora que ela começou a atravessar e dava para reduzir, desviar etc, mas você
continuou pilotando feito um louco!
__então você tá dizendo que eu sou culpado?
__sim! você é o culpado! quando a gente vê um cachorro, uma criança, um idoso, enfim, qualquer coisa atravessando a rua,
a gente tem que reduzir, no mínimo um pouco de direção defensiva você tem que ter! a única coisa que você tinha era pressa!
__ahhhh!! vai tomar no seu ##!!! a véia atravessa na minha frente e eu sou culpado?? vai se #####!!

para evitar confusão, saí de perto do falastrão.

nessa hora, muitos curiosos estavam no local
e um deles conhecia a vítima.
relatei pra ele o que havia acontecido, deixei claro que a senhora não pulou na frente da moto
e informei de outras duas testemunhas que haviam presenciado tudo.
deixei o local antes da chegada dos bombeiros.

infelizmente, no dia a dia, o que temos presenciado
no trânsito é um show de infrações da galera que entrega lanches e marmitas.
contra-mão, calçadas, sinal vermelho...uma série de infrações
que os colocam em risco e ameaçam os demais usuários das vias.
será que a taxa de entrega paga a multa?
não compensa!
pior é quando acontecem situações como a relatada.
o caso é grave e deve ter alguma maneira
dos próprios aplicativos monitorarem estes infratores
ou mesmo excluí-los.
continuar assim só faz aumentar as tristes estatísticas
do trânsito no brasil.
esse tipo de fast-food não compensa.




sexta-feira, 17 de maio de 2019

vagabundos e maconheiros


Photo by Jammerson Antônio Souza
não participei de nenhuma manifestação em 2013,
nem tão pouco em 2016.
me orgulho de não ter colocado a camiseta verde e amarela
e seguido pro meio da multidão para fazer selfies.

mas em 2019 as coisas mudaram.
participei da paralisação nacional da educação
proposta para o dia 15 de maio.
não ensaiei o hino nacional,
peguei nada e fui me juntar
aos professores e alunos.
encontrei meus amigos da ufu,
meus mestres, a equipe da secretaria,
a turma do instituto federal,
das escolas estaduais e municipais,
muita gente boa cercando a cidade.

não.

ninguém estava a fim de guerra,
celebrávamos com nossas bravezas a paz.

contra o corte orçamentário na educação,
pelo fim de uma governança que privilegia
os coitadinhos dos empresários e pune,
de maneira vingativa, quem mais se levantou contra essa balbúrdia
que está se tornando nosso país.

__esse povo que tentou avisar tem mais é que se lascar!

a grande passeata seguiu pacífica pelas ruas do centro.
entre umas vinte mil pessoas, gentes de todas as áreas da educação, representantes
de movimentos sociais, religiosos e militantes de partidos de oposição,
todos com uma mesma pergunta:
__por que querem sufocar a educação?

a educação é a porta que se abre na vida de quem não tem outro meio senão este
para subir na vida e viver com dignidade.
uma vez educado, aprende a querer que a todos cheguem os livros.
meu guru é o freire.

a contingência imediata tem que acontecer nos atos impensados
dentro do próprio desgoverno federal, que não consegue sustentar uma ideia
por 24hs, que batem cabeças, que envergonham uma nação inteira
com uma tremenda falta de inteligência,
de habilidade, de senso.
tudo é ranço e vontade de vingança.
quem vai entrar nessa dança?
os estadunidenses podem entrar quando quiserem.
trump aqui é deus e o holocausto é coisa da esquerda.
gente, é sério! isso cansa!
saiu mais um diretor do inep,
acabei de ver no twitter.

segui firme numa marcha indignada contra tudo que ataca a educação.
as mentiras (tão comuns) que desqualificam pesquisas e pesquisadores,
o corte de bolsas, o fechamento de unidades escolares,
o retrocesso.

os homens direitos e santos que não se sensibilizam
com as violências contra a educação,
que acharam bonitinha a aula do chocolate,
que aceitam que dói menos,
que gostam de atirar e torturar,
que são dignos senhores da verdade e do puritanismo,
de maneira jocosa e preconceituosa,
se viram, do alto de seus santos pés,
no direito de qualificar, a todos que estavam em luta
pela educação, de vagabundos, maconheiros, lésbica ou puta.
fazem de tudo para desmerecer a luta por algo que, senão hoje,
amanhã será o orgulho de seu filho:
__passei na federal!!!!
afinal, não é para isso que pagam colégios caros?

é...eu estava ali, ao lado de professores doutores,
freis franciscanos, pesquisadores, estudantes das mais diversas áreas
e de todos os graus, trabalhadores, ativistas,
pessoas que conheço de longa data,
que são dignas e transbordam amor em seus olhares
e que os defensores da moral, dos bons costumes e das armas,
generalizam por vagabundos e maconheiros.

pode ser que existissem no meio da multidão
vagabundos e maconheiros,
do mesmo modo que existem pessoas sensatas
e também muito cheias de amor que apoiam
a atual conjuntura política, que são partidários
do presidente e dos seus surpreendentes ministros.
como bem pode ver, isso é tão comum
quanto ganhar na mega sena com uma aposta
feita pela internet.

muitos que não tiveram
a capacidade de usufruir do ensino público federal,
assim como o olavo de carvalho,
passam a vida toda falando mal de algo que não conhecem,
apenas acreditam no que conseguem comprar.
compram pouco e já mascado, depois
grudam em baixo onde sentam
suas perfumadinhas e depiladas bundas.

sim!

foi e é uma grande alegria fazer parte desse movimento
que defende a educação, as nossas pesquisas e pesquisadores,
nossos cientistas que fazem milagres com os já parcos recursos,
cujo governo, arbitrariamente, quer reduzir ou extirpar.
enquanto houver vida, esperança, coragem, fé e vergonha na cara,
a luta continuará!
vida temos,
esperança nunca morre,
covardia é para os covardes,
fé é por a mão na massa,
vergonha na cara é não compactuar com as balbúrdias nossas de cada dia.

a luta continuará!
não importa quem esteja lá,
a luta é para sempre nos melhorar,
para que todos possam sair de suas cavernas
e aproveitarem, da melhor maneira possível,
a luz do sol,
à luz do saber,
mais que ler,
mais que escrever,
saber.

sexta-feira, 10 de maio de 2019

que balbúrdia é essa com os chocolates?


meu Deus o que é isso na educação?
que mistério é esse da porcentagem?
que balbúrdia é essa com os chocolates?
ele faltou no dia dessa aula, certeza.

essa "contingência" de gastos tem nome:

vingança.

um ataque frontal contra os professores, alunos
e todos os servidores do ensino público superior do país.
vamos vivendo de vergonhas diárias
vindas do alto escalão do governo.

o constrangimento é muito.

ao invés de governar e agilizar as prioridades deste país,
os higienizados homens da direita
querem, primeiro, gozar o gostinho da vingança.
quem paga as consequências?

nós mesmos!

as prioridades paradas e os mestres preocupados
em destruir conselhos, quebrar decretos antigos
e matar as pesquisas acadêmicas.
é a implementação da política pública da vingança.

faz parte disso tudo aí comprar parlamentares,
impulsionar a distribuição de cargos
e continuar a todo vapor nas fake news.

desse jeito, só varrendo o quintal do trump mesmo.

oito e meia da manhã e estávamos bêbados em uma padaria.


oito e meia da manhã e estávamos bêbados em uma padaria.
eu ainda sem os efeitos terríveis da ressaca
pedi um café e um leite e chocolate.
é divertida essa história de começar assim o dia!
levei para o amigo de copo que me acompanhava
um prato com salgadinhos e rodelas de tomate,
na mesa o mancebo estava desabado.
joguei um pouco do copo que trazia sobre sua cabeça
e ele se levantou gargalhando,
agora só faltava comer as esfirras pra ficar melhor.
não quis.
há muito não bebia tanto!
e este meu amigo nem sei quem é!
rá!
parei com as pingas em 1999!
não foi uma recaída,
apenas mais um momento onírico.