segunda-feira, 3 de junho de 2019

como deixar a pizza queimar?


como deixar a pizza queimar?
segue a receita:
1º tenha fome;
2º pegue uma pizza congelada e leve ao forno;
3º ligue na temperatura máxima pra ficar pronta logo;
4º enquanto espera, faça outra coisa, tipo, corrigir provas dos seus alunos;
5º envolva-se completamente com as notas;
6º não sinta o calor do forno e nem o cheiro de algo se queimando;
7º continue focado na correção das provas;
8º leia uma matéria sobre os prints do neymar com a moça na frança;
9º lembre-se que está com fome;
10º atenda a visita pois o visitante te alertará sobre a catinga de trem queimando no forno.
agora é só servir!!

sábado, 25 de maio de 2019

de repente, uber eats!


carlinhos estava desempregado há dois anos e meio.
vivendo de bicos, o dinheiro mal dava para comprar
a cervejinha do final de semana.
trabalhava de servente, mototáxi e, quando pintava festa,
de garçon ou segurança.
vale lembrar que trabalhar em festa era o que o deixava mais animado,
servia uma pro convidado e tomava outra nos bastidores.

de repente, uber eats!

tentou ser uber mas não tinha habilitação para carros
mas quando pintou a entrega de comida por aplicativo
ele viu que era a hora de sair do aperto.
carlinhos tinha carteira A e uma moto honda 300.
com essa moto ele ganhava o bairro,
agora iria ganhar a vida.

a partir daqui segue aquilo que não é ficção.

estava eu seguindo de moto por uma avenida ampla e reta
quando um motoboy, desses de entrega de comida, passou
voando por mim.
poderia ser o carlinhos?
certamente, queria que a comida chegasse quente.
bem a nossa frente, ainda distante, uma senhora iniciou a travessia da via.
percebi que era idosa e que levava consigo algumas sacolinhas
de supermercado.
o piloto de fuga tinha a mesma visão que eu,
a velhinha não entrou de repente na rua,
não surgiu do nada.
nossa visibilidade era excelente
e tínhamos total controle da situação.
mas o rapaz não reduziu a velocidade e continuou
como se estivesse em interlagos.
eu, que seguia atrás, já estava analisando a situação:
"poxa, o cara tá vendo a velhinha atravessando a rua mas não reduz...
esse cara vai atropelar..."

__pow!!!

a senhora rodou no ar e caiu metade no canteiro central
e metade no asfalto, no meio da avenida muitas maçãs,
fraldas tamanho p, provavelmente pro netinho,
latinhas de cerveja, refrigerantes e uns vegetais que não consegui identificar.

arrastando uns vinte metros seguiu o motoqueiro,
a caixa de comida voou longe mas não chegou a espalhar o pedido.
quando parou, começou a se levantar, mais ralado
que canela de skatista.
encostei minha moto e corri para prestar socorro à idosa.
ela estava em parada cardiorrespiratória.
ajeitei a cabeça dela e pressionei o peito,
momento que ela deu uma esbaforada,
expelindo sangue pela boca.
__ela vai ficar bem! liguem 193 urgente!!
fiquei uns dois minutos ao lado dela quando
apareceu uma médica e deixei aos cuidados.
fui dar um apoio para o motoboy.
já havia escutado ele dizendo que a velhinha
tinha atravessado a rua de repente.
juntei algumas coisas dele que estavam espalhadas na avenida
e, com a ajuda de outra pessoa,
levantamos a motocicleta.
me aproximei do atropelador e disse:

__rapaz, eu estava bem atrás e vi tudo, você estava muito rápido.
__não!! ela entrou de uma vez na rua!
__negativo! nós dois vimos a hora que ela começou a atravessar e dava para reduzir, desviar etc, mas você
continuou pilotando feito um louco!
__então você tá dizendo que eu sou culpado?
__sim! você é o culpado! quando a gente vê um cachorro, uma criança, um idoso, enfim, qualquer coisa atravessando a rua,
a gente tem que reduzir, no mínimo um pouco de direção defensiva você tem que ter! a única coisa que você tinha era pressa!
__ahhhh!! vai tomar no seu ##!!! a véia atravessa na minha frente e eu sou culpado?? vai se #####!!

para evitar confusão, saí de perto do falastrão.

nessa hora, muitos curiosos estavam no local
e um deles conhecia a vítima.
relatei pra ele o que havia acontecido, deixei claro que a senhora não pulou na frente da moto
e informei de outras duas testemunhas que haviam presenciado tudo.
deixei o local antes da chegada dos bombeiros.

infelizmente, no dia a dia, o que temos presenciado
no trânsito é um show de infrações da galera que entrega lanches e marmitas.
contra-mão, calçadas, sinal vermelho...uma série de infrações
que os colocam em risco e ameaçam os demais usuários das vias.
será que a taxa de entrega paga a multa?
não compensa!
pior é quando acontecem situações como a relatada.
o caso é grave e deve ter alguma maneira
dos próprios aplicativos monitorarem estes infratores
ou mesmo excluí-los.
continuar assim só faz aumentar as tristes estatísticas
do trânsito no brasil.
esse tipo de fast-food não compensa.




sexta-feira, 17 de maio de 2019

vagabundos e maconheiros


Photo by Jammerson Antônio Souza
não participei de nenhuma manifestação em 2013,
nem tão pouco em 2016.
me orgulho de não ter colocado a camiseta verde e amarela
e seguido pro meio da multidão para fazer selfies.

mas em 2019 as coisas mudaram.
participei da paralisação nacional da educação
proposta para o dia 15 de maio.
não ensaiei o hino nacional,
peguei nada e fui me juntar
aos professores e alunos.
encontrei meus amigos da ufu,
meus mestres, a equipe da secretaria,
a turma do instituto federal,
das escolas estaduais e municipais,
muita gente boa cercando a cidade.

não.

ninguém estava a fim de guerra,
celebrávamos com nossas bravezas a paz.

contra o corte orçamentário na educação,
pelo fim de uma governança que privilegia
os coitadinhos dos empresários e pune,
de maneira vingativa, quem mais se levantou contra essa balbúrdia
que está se tornando nosso país.

__esse povo que tentou avisar tem mais é que se lascar!

a grande passeata seguiu pacífica pelas ruas do centro.
entre umas vinte mil pessoas, gentes de todas as áreas da educação, representantes
de movimentos sociais, religiosos e militantes de partidos de oposição,
todos com uma mesma pergunta:
__por que querem sufocar a educação?

a educação é a porta que se abre na vida de quem não tem outro meio senão este
para subir na vida e viver com dignidade.
uma vez educado, aprende a querer que a todos cheguem os livros.
meu guru é o freire.

a contingência imediata tem que acontecer nos atos impensados
dentro do próprio desgoverno federal, que não consegue sustentar uma ideia
por 24hs, que batem cabeças, que envergonham uma nação inteira
com uma tremenda falta de inteligência,
de habilidade, de senso.
tudo é ranço e vontade de vingança.
quem vai entrar nessa dança?
os estadunidenses podem entrar quando quiserem.
trump aqui é deus e o holocausto é coisa da esquerda.
gente, é sério! isso cansa!
saiu mais um diretor do inep,
acabei de ver no twitter.

segui firme numa marcha indignada contra tudo que ataca a educação.
as mentiras (tão comuns) que desqualificam pesquisas e pesquisadores,
o corte de bolsas, o fechamento de unidades escolares,
o retrocesso.

os homens direitos e santos que não se sensibilizam
com as violências contra a educação,
que acharam bonitinha a aula do chocolate,
que aceitam que dói menos,
que gostam de atirar e torturar,
que são dignos senhores da verdade e do puritanismo,
de maneira jocosa e preconceituosa,
se viram, do alto de seus santos pés,
no direito de qualificar, a todos que estavam em luta
pela educação, de vagabundos, maconheiros, lésbica ou puta.
fazem de tudo para desmerecer a luta por algo que, senão hoje,
amanhã será o orgulho de seu filho:
__passei na federal!!!!
afinal, não é para isso que pagam colégios caros?

é...eu estava ali, ao lado de professores doutores,
freis franciscanos, pesquisadores, estudantes das mais diversas áreas
e de todos os graus, trabalhadores, ativistas,
pessoas que conheço de longa data,
que são dignas e transbordam amor em seus olhares
e que os defensores da moral, dos bons costumes e das armas,
generalizam por vagabundos e maconheiros.

pode ser que existissem no meio da multidão
vagabundos e maconheiros,
do mesmo modo que existem pessoas sensatas
e também muito cheias de amor que apoiam
a atual conjuntura política, que são partidários
do presidente e dos seus surpreendentes ministros.
como bem pode ver, isso é tão comum
quanto ganhar na mega sena com uma aposta
feita pela internet.

muitos que não tiveram
a capacidade de usufruir do ensino público federal,
assim como o olavo de carvalho,
passam a vida toda falando mal de algo que não conhecem,
apenas acreditam no que conseguem comprar.
compram pouco e já mascado, depois
grudam em baixo onde sentam
suas perfumadinhas e depiladas bundas.

sim!

foi e é uma grande alegria fazer parte desse movimento
que defende a educação, as nossas pesquisas e pesquisadores,
nossos cientistas que fazem milagres com os já parcos recursos,
cujo governo, arbitrariamente, quer reduzir ou extirpar.
enquanto houver vida, esperança, coragem, fé e vergonha na cara,
a luta continuará!
vida temos,
esperança nunca morre,
covardia é para os covardes,
fé é por a mão na massa,
vergonha na cara é não compactuar com as balbúrdias nossas de cada dia.

a luta continuará!
não importa quem esteja lá,
a luta é para sempre nos melhorar,
para que todos possam sair de suas cavernas
e aproveitarem, da melhor maneira possível,
a luz do sol,
à luz do saber,
mais que ler,
mais que escrever,
saber.

sexta-feira, 10 de maio de 2019

que balbúrdia é essa com os chocolates?


meu Deus o que é isso na educação?
que mistério é esse da porcentagem?
que balbúrdia é essa com os chocolates?
ele faltou no dia dessa aula, certeza.

essa "contingência" de gastos tem nome:

vingança.

um ataque frontal contra os professores, alunos
e todos os servidores do ensino público superior do país.
vamos vivendo de vergonhas diárias
vindas do alto escalão do governo.

o constrangimento é muito.

ao invés de governar e agilizar as prioridades deste país,
os higienizados homens da direita
querem, primeiro, gozar o gostinho da vingança.
quem paga as consequências?

nós mesmos!

as prioridades paradas e os mestres preocupados
em destruir conselhos, quebrar decretos antigos
e matar as pesquisas acadêmicas.
é a implementação da política pública da vingança.

faz parte disso tudo aí comprar parlamentares,
impulsionar a distribuição de cargos
e continuar a todo vapor nas fake news.

desse jeito, só varrendo o quintal do trump mesmo.

oito e meia da manhã e estávamos bêbados em uma padaria.


oito e meia da manhã e estávamos bêbados em uma padaria.
eu ainda sem os efeitos terríveis da ressaca
pedi um café e um leite e chocolate.
é divertida essa história de começar assim o dia!
levei para o amigo de copo que me acompanhava
um prato com salgadinhos e rodelas de tomate,
na mesa o mancebo estava desabado.
joguei um pouco do copo que trazia sobre sua cabeça
e ele se levantou gargalhando,
agora só faltava comer as esfirras pra ficar melhor.
não quis.
há muito não bebia tanto!
e este meu amigo nem sei quem é!
rá!
parei com as pingas em 1999!
não foi uma recaída,
apenas mais um momento onírico.

domingo, 5 de maio de 2019

__seu estrume, seu bosta, seu merda!!


__você é um idiota, otário!
__(...)?
__seu estrume, seu bosta, seu merda!!
__sou tudo aquilo que sai da sua boca.
__humpft!
__(rindo muuuuuito por dentro mas mantendo a cara de serenidade).
__dexa keto.

segunda-feira, 29 de abril de 2019

não se parece com coisa alguma.


eu te cerco feito uma nuvem de sombra suave.
bem assim te quero, pluma.
longe de mim dizer que sois ave!
não se parece com coisa alguma.

sendo bela forma original,
mais bela fica quando está levando vidas.
o coração pulsa feito batida de carnaval
enquanto faz brilhar tudo feito midas.

sim! vivamos nossos dias de ouro!
nossas bodas de cada dia!
não importa se algodão, papel ou couro,
basta ler em você, poesia.


domingo, 28 de abril de 2019

filosofia e sociologia são duas coisas imprestáveis.


filosofia e sociologia são duas coisas imprestáveis.
afinal, para que servem?
alguém já cocoricou que não quer essa juventude mexendo com política etc.
para a ausência destas, bastam medicina, engenharia e veterinária.
não precisamos de mais nada na vida.
não há necessidade nenhuma de filosofar
ao se decidir por este ou aquele medicamento.
para que sociologia se ela não se mistura com a engenharia?
para que filosofia e sociologia para trabalhar com bichos?
bichos não pensam e nem falam! ora! (que melhora).
se formos percorrendo estes caminhos vamos concordar com a ideia.

goldenshower gera gonorréia.
qual o erro na frase acima?
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
resp.: gonorreia perdeu o assento e goldenshower eu não sei o que é.
em portugal a turma continua acentuando gonorreia.
será que devo recorrer à linguística ou à sociologia?

quando sócrates conversa com teeteto e teodoro,
divagam...divagam...falam...retrucam...concordam...discordam...
falam mal de protágoras...
vão...voltam e não chegam a lugar nenhum.
até que sócrates diz:
__"será possível que aquele que sabe alguma coisa não saiba o que sabe?"

pega, lê e chegue às suas opiniões falsas ou verdadeiras.

na sociologia estudamos as relações sociais, as classes e suas interferências,
dentre tantos outros fenômenos que tangem a sociedade.
um sociólogo pode, inclusive, se dedicar às relações entre médicos,
engenheiros e veterinários!
tudo dá pano pra manga!
os estudos explicam e facilitam estas relações.
mas...para quê entender essas coisas de briga de classes?

pelo fim das humanas!
por mais exatas!

penso aqui que as duas vivem uma relação de extrema interdependência.
pensar e fazer relações não é uma coisa saudável
para os dia de hoje.

voltemos nossas atenções aos vídeos de professores dando aulas por aí
enquanto ainda existem professores dando aulas por aí.






pisando em ovos


a gente sabe o quanto a política nos divide,
e em alguns casos chegamos aos extremos.
temos que ter cuidado no trato quando a questão é divergente.
existem os amigos de esquerda, de direita ou o indiferente,
aquelas amizades de facebook não são importantes,
logo, se por algum descuido, alguém te exclui,
tudo bem!
não fará falta.
é importante aprender a tolerância e evitar fakenews,
caso contrário, não tem amizade virtual que se sustente.

quando é um grande amigo que diverge da sua opinião
e, quase que automaticamente, começa a defender o presidente...
ai ai ai... aí é diferente.

estava eu numa reunião de amigos
e um deste admiráveis chegados se aprochega para uma prosa.
o assunto proposto:
reforma da previdência.
(quem propôs foi ele!)
de cara já falei que a eminente aprovação desta reforma
tende a ferrar apenas com os pobres.
__não! de maneira alguma! tá na hora de mudar isso aí!
__você está perto de se aposentar não tá?
__faltam dois anos.
__se for aprovada você vai ficar mais uns 15 anos trabalhando.
__com certeza vai estender um pouco mas...veja...é fundamental! tem muita gente abusando de aposentadoria
e benefícios fraudulentos! muitos pobres oportunistas! eu faço este sacrifício pelo brasil!

e eu pensava enquanto ele explanava:
"virgesanta! virou robô! melhor concordar com ele! a gente pensa diferente mas não quero perder essa amizade...
talvez se eu mudar de assunto...poxa...o cara é gente boa...."

__é verdade...tem muita gente oportunista mesmo, tem que rever isso aí.

pisando em ovos.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

gritaram da última fileira que o fogo na igreja era coisa do capeta


uma brasileira doou 20 milhões de euros para reconstrução da notre-dame
e zero real para reconstrução do museu nacional.

o que há de errado nisso?

nada!

o dinheiro é dela e ela faz o que bem quiser!

não podemos obrigar ninguém a fazer algo que consideramos o ideal,
isso vem das experiências de vida,
dos valores pessoais e intransponíveis,
da individualidade e arbítrio,
do berço de ouro ou de palha.

se eu morasse no brasil e tivesse muita grana
ajudaria a colocar as crianças na escola
e lhes daria de comer, um teto para se protegerem
das intempéries, jamais os cortaria com minha navalha.
de tudo faria para que alcançassem dignidade,
com muito entusiasmo e coragem.

se eu morasse na frança mandaria polir a torre eiffel
para que ela brilhasse mais na cidade luz,
onde o turismo é maior que em qualquer outro lugar do planeta.
trocaria os coletes amarelos por camisetas multicoloridas
e a todos daria melhores dias em suas vidas.

a dona safra pode repartir a fortuna com quem,
onde e quando ela quiser.
podem dizer clichês do tipo
"foi do povo brasileiro que ela fez riqueza"
"ela é brasileira deveria se preocupar com o nosso museu"
"etc"
mas a dona safra já está cansada demais
para se preocupar com essas coisas de whatsapp.
chega de meterem o palpite!
estendam a mão para que, num bom exemplo,
as moedas lhes caiam sem malabarismo.
há entre ela e nós, mal donos dos bancos de nossas casas,
um penhasco, um abismo.

gritaram da última fileira que o fogo na igreja era coisa do capeta,
mas quando a torre centenária caiu abafou geral.
onde a maioria é de ateu, missa dá preguiça,
mas corcunda sempre será o cifrão.

Deus há de honrar o nosso museu,
palco de diversidades.
Deus há de honrar a notre-dame,
altar do santíssimo.
Deus há de matar a nossa fome.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

por que não enrolar o mamão?


tenho asco
mas não é do vasco.

tenho sede
mas não é de mamadeira de piroca.

tenho pena
mas não é de urubu.

tenho fome
mas não é de arminha.

tenho vergonha
mas não é da minha.

lamento muito o que está acontecendo no meu país,
tínhamos tudo para andar feliz
mas agora nos encrencamos com meio mundo
e todos temem parvo futuro.

é duro.

é pau,
é pedra.
é burrrrroooooooooooooo!!!
empacado diante da estátua da liberdade
e dos supersônicos soviéticos.

alguém louco dirá que um golden shower é pouco?
quem insano afirmará que o nazismo é de esquerda?
que a bagagem é de dejeitos e que é certo o que é direita?
quem pirado vai soltar foguetes celebrando as páginas sombrias deste país?
qual atrasado buscará num filósofo de internet o que nunca encontrará em paulo freire?
quem são esses que trocam merda por consulados?
que atacam a verdade e fazem da mentira suas verdades?

estes são os que desprezam os trabalhadores
e enchem de luxo e direitos os grandes empresários
e latifundiários,
que atiram 80 vezes num carro de família,
que zombam a morte de uma criança,
que nos fazem esquecer da esperança.

estes seres asquerosos
que trambicam entre si e celebram os golpes atuais,
que fedem puro enxofre atrás de suas ditas
tradições cristãs e moralismos fundamentalistas
que, a cada novo dia,
mostram que a moral é do jeito que eles querem.

para quê filosofia né?

como falar de vida humana sem falar do que os próprios humanos fazem
para extinguir a vida deste planeta?
não dá pra ser neutro.
o diabo está soltinho e de saia rendada.
não culpem a professora, não culpem a educação.

sumam com essa faixa verde e amarela!
achem para ela melhor ocupação.
por que não enrolar o mamão?


quarta-feira, 27 de março de 2019

"bolsonaro manda comemorar o golpe de 1964"


o jornal nacional estava bem no meio
e na bancada estavam o willian bonner
e a leilane neubarth,
ela estava com a palavra no momento
em que uns símbolos começaram a explodir na tela.
a leilane deu uma revirada com os olhos e saiu do ar.

em seguida apareceram como que num comício,
transmitido ao vivo por todos os canais de tv,
os ex-presidentes do brasil, lula e dilma,
ladeados por alguns artistas famosos e pessoas desconhecidas.
era uma grande festa, com balões coloridos e serpentinas.
o lula estava discursando sobre a liberdade alcançada
após um miraculoso plano de fuga.

todos estavam muito emocionados e era uma emoção verdadeira e contagiante.
ainda não sei se acordei porque era tudo muito real.
no dia seguinte a primeira notícia no jornal:

"bolsonaro manda comemorar o golpe de 1964"



sexta-feira, 8 de março de 2019

galo tem que tá é na roça


o galo do vizinho mora aos fundos,
e, no silêncio da madrugada, escancarado,
ele canta feito um louco o seu hino.
antes ficasse calado.

que galo é esse, covarde?
canta sem noção
sempre os mesmos acordes
desafinado e rouco.

galo tem que tá é na roça,
num cercado para ele reservado
e não aqui, colado,
no meio da cidade.

mal termina um cocoricó
e já dispara outro,
quase engolindo o fôlego
em desespero.
será que esse bicho não tem dó?

mi,fá sustenido, um bemol esquisito,
semitons, desencontros e o bicudo
segue trôpego,
com as vistas escurecidas.
será mal da idade?

seu alan e dona neusa,
que tal se o levarmos para fora dessa cidade?
se a função é o coito com as galinhas,
trazer-lhes-ei duas dúzias de ovos em promoção.
a produção está em alta e os preços caindo.
vamos! coloque o tempero no prato que já estou indo!



domingo, 3 de março de 2019

ao lado da minha água doce tudo é festa!


um banho quente é excelente!
melhor se for acompanhado pela água.
a gente sai bem lavado e de alma temperada.

um balde de água fria é quando você
quer muito alguma coisa mas vem alguém e diz não.
no meu caso, fria ou quente, quero água!
sem ela eu não vivo nem os dias possíveis
que a ciência me garante.
minha fisiologia é diferente,
sou todo água.
amo água,
bebo e faço minha sesta.
ao lado da minha água doce tudo é festa!

quando uma criança de sete anos morre e os adultos comemoram...


vale tudo.
um tipo de luta livre
onde, Deus me livre,
vale até chute no saco!

vale lama,
vale suco (de laranja),
vale purpurina,
valem títulos acadêmicos em discursos,
valem os lobos cuidando das ovelhas,
valem carros e apartamentos,
só não valem as provas e os documentos.

uma carteira verde e amarela
que permite ao trabalhador
o certificado de escravidão oficial.
pobrezinhos dos empresários,
onde passarão o carnaval?

ontem caixa dois era crime hediondo,
hoje, talvez por amor,
caixa dois é um delitozinho suave
que não merece alcunha de coisa grave.

um general que fala demais
pode calar um capitão.
filhos que mandam no pai formam
uma família tradicional.

lugar onde o perdão virou estratégia
e a mentira tomou lugar de destaque.
ventiladores se sujarão de bosta.
quer fazer uma aposta?
bebianno?
marcelo?
troca de mensagens não é comunicação
entre pessoas, mas entre celulares.
alguém me diz qual é o elo
da china com os estados unidos?
e nós aqui só levando ferro.

os apoiadores armados estão cada vez mais conscientes
dessa nova era, com alegria,
um dedo obsceno é o aceno
para que outro dedo aperte o gatilho.
meu Pai...até quando esse estribilho?

quando uma criança de sete anos morre
e os adultos comemoram...
o quer dizer disso?
a humanidade brasileira desfalecida,
aproveitando-se de coisa assim para promover
o ódio e o escárnio?
eu choro.
a blogueira e tantos outros que compactuam
com essa desumanidade merecem o que são.

quando ouço um discurso,
quando vejo o teatro em torno
da mestra em direito bíblico,
quando saco um mandetta na saúde
trazendo consigo um pau de galinheiro
ou um colombiano dando ordens
esdrúxulas para que entoemos,
do alto dos entulhos de verbas cortadas,
o hino nacional brasileiro, penso que poderia, apenas,
ser o hino nacional colombiano.
ledo engano.

enquanto isso, o guru que lambe o trump
faz uma vaquinha para pagar suas contas
diretamente do país do muro emergente.
agora é hora dos doutores do whatsapp
socorrerem o doutor dos cursinhos online de filosofia.
ai que dia minha gente!
por que ele não organiza uma expedição para o fim do mundo?
aproveitando que a terra é plana, ao chegar na área 51,
o chamado grande precipício, poderia até oferecer um
salto de bungee jump que levasse o terraplanista
direto para o japão,
já caindo com um kit de sushi na mão.
ah! e se fizer a opção sem o sushi fica mais em conta.

as idas e voltas dos nomeados, dos decretos, resoluções,
emendas, fatos e fotos no país brasileiro
onde a vaidade está acima de tudo,
me deixam tonto e com as faces em pleno rubor.
como celebrar uma aposentaria tardia?
como ser feliz vendo os homens da lei se aposentando aos oito anos de mandato?
nossa vida será contemplar a beleza da praia num porta-retrato?

opa! nossa expectativa de vida está com data certa para aumentar!
sabemos que viveremos mais mesmo que a fila do sus não ande.
se, por acaso, nada der certo em nossas vidas plebes,
façamos sinal de arminha que passa!

__larga de ser sem graça seu esquerdopata!
__poxa irmão, não sou esquerdopata...sou apenas...
__cala a boca senão nóis te mata!
__(...)
__muito bem! repita comigo agora!!! brasil acima de tudo...
__err....brasil acima de tudo...
__deus acima de todos!
__deus acima de todos...
__levanta e vaza caladinho ou leva bala!



quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

nossa nova velha casa é um paraíso alegre


uma casa velha, se for devidamente reformada, se torna nova.
uma casa nova é mais fácil de ser amada,
não que não exista amor pelas antiguidades,
o fato é que existem inúmeras diferenças
entre uma coisa velha e outra mal cuidada.

minha água sabe muito bem como transformar as coisas
velhas em artigos de luxo,
e isso está fazendo o maior sucesso na nossa velha casa nova.
nos renovamos também quando trocamos as velhas portas
e privadas.
nos sentimos rejuvenescidos.
assim como numa plástica,
gastamos muito mas o bem estar é essencial.

nossa nova velha casa é um paraíso alegre
da rua buriti!

a onda chegou e não vi mais nada.


o mar estava normal, o dia estava normal.
mas a maré começou a recuar e, a longe, vimos uma onda gigante se aproximando.
começamos todos a correr.
era um salve-se quem puder.
eu estava desacompanhado mas,
enquanto fugia, ajudei uma moça que estava caída,
presa em alguma coisa, a se levantar e continuar sua corrida pela vida.
muitas pessoas começaram a subir pelas pedras rumo as partes mais altas,
mas, olhando para trás, percebi que aquela onda era muito,
mas muito alta.
continuei minha fuga.
entrei num barracão escuro de onde brotaram morcegos.
um bicho desses me mordeu no pescoço,
só faltava essa, me transformar num vampiro em plena praia.
a onda chegou e não vi mais nada.
a gente acorda sufocado!