segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

a morte da carola scarpa.


organismo social desenvolvido,
amparo para os descabidos.

cabides jogados do 10º andar,
acertando as calças que estavam penduradas
e os ternos que estavam mal passados.

jogo de sinuca ao som do sivuca
e grito de caixeta ao som de tieta.

novamente, roupa sem etiqueta.
gente sem etiqueta.
a morte da carola scarpa.

na contramão atrapalhando o tráfego.

respirei.
errei.
inspirei.
pirei.
daí,
parei.
na contramão atrapalhando o tráfego.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

sorrindo nas esperanças vivas


sentido faz quando a gente se caça,
quando a gente sente que tudo conspira para
uma bela manhã de sol.

em plena época das chuvas
desejar o sim.
e molhar tudo por cima das roupas,
e fazer das travessuras,
poucas.

e esperar as águas torrenciais passarem
para que a água dócil entre pelas frestas,
pelas portas, pelas bocas, fazendo festas.

e cantar musiquinhas divertidas
relembrando as tardezinhas idas,
sorrindo nas esperanças vivas
de novas páginas escrever, escrever, escrever...




não é mais um extremista se explodindo não!


uma bomba explode nas arábias!
não!
não é mais um extremista se explodindo não!
são vários!
milhares!
homens, mulheres, criancinhas...
todos explodem de novas esperanças!
novos rumos!
novas possibilidades!
nova liberdade!
novos países!
novas cidades!
que lindo trajeto fez o fogo de um mártir idealista!
que lindas chamas fizeram brotar flores nas paredes duras!
que o canto dos passarinhos os façam sorrir!
que as pedradas e tiros não os façam desistir!
que o preço do petróleo não nos deixe mais pobres!
que Alá os protejam!
e que cá,
Deus nos acuda!


quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

conte-me uma historinha daquelas!


sempre vejo após o almoço,
que é minha única refeição de verdade,
você me levando no colo
como se eu fosse um bebê.
sei que o bebê baba.
ele baba por você.
coloque-me para dormir no sofá vermelho!
cante-me canções de ninar!
conte-me uma historinha daquelas!
quero me apaixonar pela professora...
tia!
ô tia!
tiaaaaaaaaa!
nem quero dormir mais...

espírito de porco!


espírito de porco!
saia!
saia!
saia rodado da líbia!

falastrão corrupto!
vaia!
vaia!
vaia pra esse cara de cantor breganejo!

zé dos holofotes!
caia!
caia!
caia na real depois dessas décadas todas!

xô seu borocoxô!
saia com esse seu cheiro de cocô!
vaia pro cê que mata seus compatriotas!
caia fora dessa nação e se mande pro alaska!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

segunda feia

uma segunda qualquer
é uma segunda qualquer.
mas que segunda vazia...
nem parece que me chegou a terça!
uma noite sem água e pronto:
segunda feia.
segunda teia.
segunda meia.

gadaffi.


gadaffi.
42 anos no poder.
agora, chegou a sua hora.
desespero contra o povo,
bombardeiros contra sua própria capital??
isso é de uma insanidade tamanha
que não há como prever senão
o fim deste regime ditatorial
que emperra a líbia
e faz desse império eterno
algo de eterna perfídia.

repensar??



revidar
relatar
renascer
religar
retucar
rebater
ressacir.

remanejar
recalcular
revolucionar
reanimar
restabelecer
requerer
receitar.

repensar??

nunca!
em toda sua vida de sempre!


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

mulher maravilha!


maravilha!
ver você fazendo seus corres,
depois que quase tu morres!

mulher maravilha!

enquanto isso, na sala da fisioterapia...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

viaja pra cama!


você sabe andar!
e me põe pra dormir quando estou cansado!
e cuida de mim direitim...
hum.........
você tá meio down?
que nada!
será um resfriado?
se você for, eu vou também!
chá de canela com agrião e mel.
supimpa!
sono......
vá já pra cama!
viaja pra cama!

__cd do joão vitor e raphael??


meio da noite,
vamos sair!
legal aqui!
conforto e privacidade.
de repente!
__cd do joão vitor e raphael??
__é de graça?
__não.
obrigado.
kkkkkkk!!!!!
se fosse um do joshua redman era na hora!!

é bom falar de graça!

veja!
agora to trancando a porta!
agora, abrindo o portão!
trancando ele! ó! o barulhinho do cadeado!
to entrando no carro!
quer ver eu ligar?
ó!
to saindo!
opa!
to comprimentando os vizinhos!!
hehehhehe!
tá bom!
daqui a pouco to aí!
é bom falar de graça!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

sabe de uma coisa?


sabe de uma coisa?
eu te amo!
sabe d´outra coisa?
você é bonita!
___sabe também?
ã?
___é tudo recíproco!
recíproco??!!
não tinha uma palavra mais romântica?
___er....nun sei não...mas é tudo isso!

boca quer conversar fiado.


olhos querem fechar,
boca quer conversar fiado.

ouvidos querem ouvir,
eu quero escutar.

mãos querem tocar o céu,
pés querem pisar a terra,
eu quero, apenas, sonhar
que estou dormindo
e quem sabe,
descansar
nos ares desta colina.
colinas.
bons ares.
vamos juntos, de mãos dadas.


sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

volta e meia


olho em volta
volta e meia
vamos dar.

meia volta
para pés
arrastar.


quando as barras vão passear.


rápido como uma lebre em fuga,
emocionante como descer num tobogã de grama,
férvido como a água do café da manhã,
estonteante como pancada no pé da orelha,
mais ágil que o homem aranha,
mais doce que os reservatórios de néctar nas perninhas da abelha,
mais dócil que a doçura de uma ovelha...
é assim os momentos na casa onde passamos as barras
quando as barras vão passear
um pouquinho só...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

querida, comprei-te um vestido vermelho


uma folha de árvore caída no chão do jardim.

uma carta nas mãos cabecinhas férteis.


uma cartinha pequena.

seria um bilhete?


"hoje passo na sua casa pra gente almoçar juntos,

depois, vamos tomar sorvete e, depois,

vamos fazer nada."


"querida, comprei-te um vestido vermelho.

é vestido de festa."


"hoje a noite vamos viajar para buenos aires,

prepare sua mala! depois vamos para o rio de janeiro."


___olha olha!!


"comprei um carro pra você! do jeitinho que você queria!"



"amor, hoje quero te levar para nadar.

o rio ainda não escolhi.

não quero ir pra uma piscininha qualquer.

quero pisar no lodo."



domingo, 6 de fevereiro de 2011

mc dia triste.


mc carne!
mc coca!
mc banha!
mc dia triste.

moedinha de duas caras.


fui numa festa
e lá fiquei:
eu, uma poltrona vermelha, um copo improvisado
com um pouco de refrigerante, um instrumento musical.
paciência.
despaciência.
quero ir lá fora!
mas...se eu for, vou acordar a bela adormecida...
bem, é melhor não ir!
é certo que ela está dormindo!
pra que incomodá-la?
deixe a bela adormecida em paz!
pronto! é isso!
permaneço com minha paciência
e agora copo vazio.
festa.
que festa?
nada novo.
nada em rio.
festa na poltrona vermelha.
espero.
onde está a contratante?
chegou!
pelos fundos!
sorrateira e preocupado com o desenrolar da festa.
espero mais um pouquinho...
pronto!
a dona que minha paciência testa!
vamos embora!
agora é pra valer!
bela adormecida?
amanhecida!?
braba!
meia hora de terror!
porteiros dissimulados!
pronto!
mais uma vez pagando conta dos outros...
tudo bem, tudo se explica.
mas...
é chato!
que sensação desagradável!
sempre assim!
pagando o prato dos outros!
não quero mais desse restaurante!
tá na hora de mudar o cardápio!
chega desses bocudos larápios!
não quero provar mais nada!
não tenho nada para provar.
não curto bobó de camarão.
não não!
quero letra nova na canção!
nem mais uma vez!
conheço-me.
conhece-me?
vamos cunhando nossa moedinha de prata
com nossos perfis.
moedinha de duas caras.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

mistura de duas essências.

minha água nas águas:
uma mistura estonteante,
mistura de elementos afins,
mistura de duas essências.
sede que dá de ver,
sede que parece
correr sem parar
atrás do cachorro fugitivo
e, depois de tudo,
já tê-lo alcançado
e tomar
água de filtro são joão...
hum.....vai ser bão!!

viva a pensão vitalícia!

charge de alpino

ai que delícia!
temos uma pensão vitalícia!
prova de amor do povo
por nossos exímios trabalhos
prometidos e cumpridos!
viva a pensão vitalícia!
viva nossos legisladores
que não se esquecem de si mesmos
mas sim, das dores todas dessa gente cansada!
das pensões, horas extras, auxílio isso, auxílio aquilo!
vida à pensão vitalícia?
vida pra essa gente faminta!
dê-nos cadernos e professores,
dê-nos arroz e feijão!
dê-nos, apenas, nossos direitos!
e por nós todo respeito.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

estrelinha do oriente!


estrelinha do oriente!
oriente-me!
cerque-me!
desoriente-me
com sua presença
minha florzinha
da renascença!

brilhe muito!
como fez nesses meses dez da vida nossa!

nóis dois é 10!


é 10!
você é 10!
nóis dois é 10!
somos nota 10!
alcançamos marca importante!
não nos importamos com as consoantes!
e nem com os navegantes!
só com o novo elemento 10!

coça coça coça


sarna perene
perene sarna
coça coça coça

e coça a coceira de todo mundo.
saltam-lhes pulgas cultivadas no bigode.
ahhh...vê se pode?

combinação sarcástica de resultados,
povo esculachado.
e, mais uma vez,
sarney presidente do senado.

pão de mel!


fui buscar uma doação...
hum....que surpresa!
era pão.
pão de mel!
quero voltar mais uma vez!
quero ser o melhor freguês!
quero levar tudo
numa sacolinha
ecologicamente correta
por que sei que não
sou
careta.