sábado, 4 de agosto de 2018

caserna é um lugar onde dormem os soldados.


caserna é um lugar onde dormem os soldados.
descansam, sonham e muitas vezes são picados
por pernilongos ou percevejos.
de repente são acordados às pressas
por uma corneta desafinada ou por baldes
com água gelada,
quiçá por beijos?

tudo é uma questão do humor do capitão.

na caserna acontecem muitas coisas,
mas ficam ali, entre eles.
as coisas que ganham notoriedade acontecem no front,
em meio às trincheiras e solos minados,
no campo do adversário.
aí sim! se comparado ao campo de batalha
a caserna é um paraíso!
da caserna desenhamos um personagem e pronto.
ei-lo:
pintado, bordado, recauchutado.
parado mas às vezes se esperneando,
fiquemos aqui mesmo!

uma nova classe social vem surgindo no brasil,
trata-se do católico de caserna.

identificar um não é tarefa difícil.
seguem algumas características:

querem a volta da ditadura;
apoiam políticos que humilham as pessoas,
desrespeitam e mentem;
adoram defender porte e posse de arma e juram que Deus quer isso;
defendem a pena de morte como se deuses fossem e custam a engolir
a alteração no catecismo da igreja sobre o tema;
detestam os direitos humanos como se fossem de marte;
pensam que o papa bento ainda é o papa;
não engolem o comportamento popular e a humildade do papa francisco;
gostam de criar polêmicas e, ao que tudo indica,
perdem muito tempo com tretas na internet;
se julgam senhores da verdade e da salvação;
são prepotentes;
acreditam que qualquer pensamento aleatório e diverso é comunista;
generaliza e estigmatiza os professores e estudantes das universidades federais
de esquerdistas, psicopatas e pagãos;
são soldados orgulhosos que,
só vão pra guerra se medalhas tiverem antes mesmo de combater;
carregam a prepotência dentro de si;
custam a entender que Jesus andou com ladrões e prostitutas;
acreditam piamente que são de uma ultra direita conservadora;
odeiam paulo freire e desejam a fogueira para o leonardo boff;
idolatram o donald trump.

as características são mais ou menos essas aí.

senhores e senhoras católicos de caserna,
estão mais para o homem da caverna daquele filósofo grego!
melhor ser católico de batalha,
que sai e dá o grito dos excluídos,
que bate de frente com esse sistema que corrói os pobrezinhos
e exalta as grandes fortunas!
que luta por terras e por uma justa reforma agrária,
que ama todo mundo, respeita as diferenças
e entende que ali também cabe o Cristo!
que vai fazer a revolução do amor,
matando o ódio que pulula no outro
sem dar um tiro sequer!
apenas dando exemplo,
fazendo o bem,
levando a caridade
para cada canto
da cidade!
ahhh! isso é bom!
isso é Jesus sendo Jesus,
como a imagem e a semelhança
que se entrelaçam!
êeee Jesus...
se tu voltasse hoje...


Nenhum comentário: