sábado, 15 de novembro de 2014

você me faz sorrir a toa


você me faz sorrir a toa,
ao seu lado o tempo voa.

passeando pelo rio de canoa,
olhei para sua carinha e vi que era boa.

no balde com roupa suja ensaboa,
quero mesmo que toda sujeira avoa.

do rio navegamos pra lagoa,
lá dizem que tá mais pra q-boa.

saímos cansados de assistir o rocky balboa,
também, aquele olho de peixe morto de samoa!

quero encerrar minha prosa que rima sempre oa
te falando que, com você, ninguém magoa!

Nenhum comentário: